Cheque administrativo pode ser endossado?

O que é exatamente um cheque administrativo, quem pode fazer a sua emissão e quais as diferenças dele para o modelo comum? Veja as explicações sobre esse assunto aqui.

» Página Inicial

Apesar de menos utilizados, os cheques ainda são uma forma comum de pagamento, através da cessão de títulos à vista. Existem vários tipos de cheques e formas de usos, algumas das quais, a sua utilização é mais vantajosa e frequente.

Um dos tipos de cheque menos conhecidos é o cheque administrativo. Conheça abaixo quando utilizá-lo e saiba se o cheque administrativo pode ser endossado ou não:

O que é cheque administrativo?

Os cheques administrativos são, assim, como os comuns, cessão de créditos à vista, porém, com fundos do próprio banco. Dessa forma, seu pagamento possui uma garantia maior, uma vez que é emitido pela instituição financeira.

Normalmente o banco emite um cheque administrativo apenas após se certificar que o cliente terá dinheiro para cumprir com o seu pagamento, a pedido do cliente. Caso o banco não possua essa certeza e garantia, a emissão é negada.

A principal diferença entre um cheque comum e o administrativo, portanto, é que no último, o emissor não é o proprietário da conta, mas a própria instituição financeira e, como consequência, a responsabilidade de pagamento também é do banco.

Essa modalidade de cheques é utilizada principalmente na aquisição de bens ou objetos de alto valor, como imóveis e automóveis, de forma a garantir ao beneficiário a segurança da existência de fundos.

Atualmente, com a popularização de sistemas de transferência online, como TED, DOC e mesmo no Internet Banking, a utilização de cheques administrativos é rara de acontecer, pois sua principal função era a de substituir o transporte do dinheiro em espécie, o que pode ser facilmente garantido através de transferências.

Ao contrário de cheques comuns, quando o emissor precisa ter os fundos no dia marcado para o pagamento, nos cheques administrativos, os fundos devem estar preparados de antemão na conta corrente, pois o valor é debitado no exato momento em que o cheque é emitido (e não sacado).

Por isso, é importante que, antes de solicitar um cheque administrativo, o consumidor certifique de que possui já possui os valores em conta. É possível também solicitar um cheque administrativo em qualquer banco, mesmo se a pessoa não tiver conta lá. Nesse caso, a garantia dos fundos é levada em dinheiro e o pagamento feito no momento da emissão.

O cheque administrativo pode ser endossado?

O cheque administrativo pode sim ser endossado a outra pessoa, desde que não esteja emitido na forma de “não à ordem”. Nesse caso, basta que o beneficiário assine no verso do cheque e escreva o nome do terceiro responsável pelo saque ou depósito por extenso.


 
Veja também: