Cheque internacional e viagem, lei do cheque e outros

O que são cheques de viagem e em que situação eles podem ser usados? Medidas de segurança em viagens internacionais e qual é a chamada lei do cheque no Brasil.

» Página Inicial

O uso dos cheques é uma das formas mais comuns de pagamentos no Brasil e em todo o mundo. Por isso, em vez de carregar dinheiro em espécie, utilizar cartão de crédito ou pré-pago, para quem viaja ao exterior, os cheques internacionais, ou “Traveler’s Checks” podem ser uma opção viável.

Conheça um pouco mais sobre como funcionam os cheques de viagem.

O que são cheques de viagem?

Os cheques de viagem funcionam basicamente da mesma forma que os cheques comuns. Podem ser trocados por dinheiro ou repassados como pagamento em estabelecimentos comerciais que os aceitam.

A vantagem dos cheques internacionais é que, em longas viagens, o consumidor não precisará carregar consigo grandes quantias de dinheiro em espécie, oferecendo maior segurança. A desvantagem é que são descontados taxas de câmbio próprias e impostos, fazendo com que o dinheiro valha um pouco menos.

Para trocar os Travaler’s Checks por dinheiro, o consumidor poderá procurar casas de câmbio, ou bancos, sempre analisando quais as que oferecem melhores taxas de câmbio.

Lei do cheque

Lei do Cheque

Os cheques internacionais são vendidos ao consumidor e aceitos em instituições que fazem parte de um sistema integrado em todo o mundo. Geralmente, esses cheques são emitidos em moeda forte, como o dólar ou euro.

Em qualquer lugar do mundo os cheques funcionam da mesma forma, como uma cessão de títulos em crédito à vista, que substituem a moeda em espécie, por isso, é de extrema importância que todos os cuidados de utilização e segurança sejam tomados.

Verifique sempre quais são as taxas de utilização de cheques internacionais no Brasil (como o IOF) e nos países de destino, quais agências ou estabelecimentos eles são trocados. Deve-se também ter todo o cuidado contra furtos e roubos; em cheques internacionais, normalmente os ladrões roubam uma ou duas folhas do meio do talão, de forma que o emissor só perceba depois que foram utilizadas.

Verifique também se há restrições em valor para a utilização de cheques internacionais nos órgãos brasileiros (Receita Federal) e no país de destino.

Medidas de segurança em viagens internacionais

Com a grande popularização dos cartões de crédito e débito internacionais, os cheques internacionais estão cada vez sendo menos utilizados, pois as pessoas acabam dando maior preferência a abertura de contas internacionais ou à utilização de cartões de crédito pré-pagos, que oferecem maior segurança, praticidade e taxas de câmbio semelhantes.

Independente de qual for a forma de transporte de dinheiro utilizada, é importante que o viajante nunca dependa de uma única fonte, se informe sobre taxas da Receita e tome total precaução com o transporte e utilização.


 
Veja também: