Fiz um saque no caixa eletrônico, mas não saiu o dinheiro, e agora?

Veja o que aconteceu comigo quando fui sacar dinheiro no caixa eletrônico e o sistema debitou da minha conta, mas o dinheiro não saiu. Veja os detalhes de como procedi para resolver o problema.

» Página Inicial

A história é a seguinte: você precisa de dinheiro e vai um caixa eletrônico para fazer um saque do valor desejado em sua conta. Insere o cartão, digita senha, escolha a opção do saque, informa o valor e confirma. O sistema registra o saque feito e a máquina começa a funcionar para liberar o dinheiro para você. Só que o dinheiro não sai.

Por algum motivo, o dinheiro ficou emperrado ou causou algum problema que de alguma forma ele não saiu. E assim a operação é finalizada.

Você entra na sua conta e vai consultar o saldo ou pedir um extrato para ver se o saque foi lançado e debitado na sua conta, e para sua surpresa ele está lá. Resumindo, o sistema debitou na sua conta como se você tivesse realizado de fato o saque, mas a máquina do caixa eletrônico não disponibilizou o dinheiro.

E agora, o que fazer?

A história que relatei acima, aconteceu comigo e isso me trouxe um pouco de inquietação no momento. No meu caso eu tentei fazer um saque no valor de R$1.000,00 e a máquina não disponibilizou o dinheiro. Como eu uso um banco digital, minha única opção era entrar em contato com o banco através dos canais digitais que esse disponibiliza, e assim o fiz.

Eles me pediram uma série de informações, que eu já tinha afinal quando aconteceu o problema, tive o cuidado de anotar já algumas informações, porque acreditava que eles iriam solicitar.

Dentre essas informações, estão: o valor sacado, o dia e horário, bem como o local onde você realizou saque. Eu havia inclusive anotado o número do terminal do caixa eletrônico que estava disponível na parte inferior dele, embora eles não solicitaram essa informação, mas por via de dúvidas já tinha anotado para uma eventual identificação mais específica.

Ao entrar em contato com banco eles solicitaram essas informações e depois eu ter passado, me pediram um pequeno prazo para que analisassem a situação e salvo engano no dia seguinte ou dois dias depois o dinheiro havia sido restituído a minha conta.

Portanto, acredito que este seja o procedimento correto quando eventualmente isso acontecer com você. Não se desespere, anote na hora todas as informações, conforme explicado acima e entre em contato com o seu banco passando todos esses dados.

A questão da contabilidade

Os bancos, tem um sistema de contabilidade muito eficiente, um caixa eletrônico não é diferente, assim ao fazer o balanço dele, eles saberão quanto dinheiro foi colocado ali e quanto dinheiro saiu, ao comparar com os registros de saque, é possível claramente identificar a diferença a mais que está ali. Em outras palavras, se eu fiz um saque de R$ 1.000,00 mas o dinheiro não saiu, esses R$ 1.000,00 vão sobrar na hora da contabilidade do caixa eletrônico.

Assim, desde que eu forneça as informações corretas, ficará evidente para o banco que a minha versão é verdadeira e que portanto o dinheiro será certamente restituído a sua conta.

Algumas considerações.

Isto pode acontecer se o caixa eletrônico estiver sem dinheiro?

Não, quando o caixa eletrônico está sem dinheiro, o sistema avisa que está sem dinheiro e não permitir que você faça o saque. Esta é uma situação um pouco diferente e de certa forma dentro da normalidade de operação do terminal eletrônico. O que relatei acima é na verdade quando o caixa tem o dinheiro, mas por algum problema mecânico ele não consegue disponibilizar para você retirar.

Tenho que comunicar ao banco o ocorrido?

Com certeza. Se você não comunicar com o banco, o que irá acontecer é que o dinheiro irá sobrar na hora do balanço e eles saberão que houve um problema ali, inclusive o valor que sobrou. Mas não saberá com qual correntista aconteceu e portanto não teria como restituir a você. Assim é extremamente importante a notificação e fornecer os dados corretos para que o dinheiro possa ser restituído.

Então pode ser perigoso fazer saque em caixa eletrônico?

De certa forma sim. Você está operando uma máquina que está programada para funcionar de maneira correta, mas como toda a máquina está sujeita falhas, um caixa eletrônico não é diferente. Então a usar um caixa eletrônico você deverá estar ciente de que alguns problemas podem acontecer, por isso é importante seguir os procedimentos corretos para evitar danos ou dificuldade de identificação do problema depois.

Todos os bancos fazem a restituição do dinheiro quando ocorre um problema similar a este?

Como eu expliquei, na minha experiência o banco que eu uso fez a restituição sem problema nenhum, e acredito que todos os demais bancos devem seguir o mesmo procedimento. Claro que alguns podem solicitar mais informações do que outros, pode demorar as vezes um pouco mais, enfim pode ter um processo operacional para tratar do assunto de maneira diferente, mas de maneira geral é possível afirmar que todos os bancos, uma vez identificado o problema, fará a restituição normalmente. O grande risco aqui é a falta da identificação, pois isso geraria um problema contábil difícil de solucionar.

E se acontecer o inverso, sair o dinheiro, mas não foi lançado o registro na minha conta?

Embora seja um pouco mais raro, talvez esta hipótese possa acontecer em alguma situação muito específica. Se isso acontecer, procedimento deve ser o mesmo, ou seja, anote todas as informações que citei acima e entre em contato com o banco relatando o problema.

O banco orientará sobre o que fazer, que neste caso pode ter duas opções: 1ª – O banco solicitará que você devolva o dinheiro na agência ou a segunda opção seria eles fazerem o registro do saque e você ficaria com o dinheiro, afinal era o que você desejava fazer.

Importante: Não deixe de notificar o banco e se necessário fazer a devolução do dinheiro para que a devida a justiça seja feito também com a instituição. Não se apodere de nada que não seja o seu. Da mesma forma que você iria querer que o banco restituísse o valor caso você fosse prejudicado, haja da mesma forma para restituir ao banco aquilo que foi dado indevidamente por um problema do sistema.


 
Veja também: