Quais os juros e rendimento da poupança. Quanto rende por mês?

Você sabe quais são os juros e rendimentos da caderneta de poupança em bancos como a Caixa e outros? Veja aqui as informações e entenda a sua remuneração.

» Página Inicial

Existem diferentes formas de fazer seu dinheiro “render” no final do mês. As maneiras mais conhecidas é através de investimento em bolsa de valores ou seguimentos que estejam em alta no momento.

E a outra opção é aplicar seu dinheiro na poupança. Essa última certamente é a mais escolhida pelos brasileiros.

Você consegue abrir uma conta poupança de forma rápida em qualquer banco, o resgate também é feito de uma maneira fácil, e ainda suas chances de perder dinheiro são bem menores quando comparada a outros investimentos.

Outro ponto a ser mencionado sobre a poupança é que ela é totalmente livre de qualquer imposto bancário.

Entretanto, este dinheiro não irá ficar parado, digamos assim, dentro de sua conta. Todo o mês é acrescido um valo de juro, mas poucas pessoas sabem se é o não vantagem hoje, ter uma conta poupança.

Nesse artigo vamos conversar um pouco mais sobre esse tema e ainda apresentar alguns valores que estão correndo no mercado, para que você fique bem informado e faça a melhor escolha.

Quanto a poupança rende por mês

Rendimento poupança

Essa é uma dúvida muito comum entre as pessoas. Por mais que a gente saiba que há um valor de juros, normalmente, não temos acesso a informação de quanto é esse valor afinal.

O valor do rendimento é de 70% da taxa SELIC + a TR. Mas esta regra é apenas se a taxa SELIC ficar igual ou menor que 8,5% ao ano.

Esse valor é passível de alteração, dependendo das decisões tomadas pelo Copom – Comitê de Política Monetária – do Banco Central.

Rendimento na conta poupança é diferente em cada banco ou é padronizado?

Outra pergunta bastante frequente entre os clientes bancários é se existe uma diferença no valor de rendimento da poupança entre um Banco da Caixa com os demais bancos.

E a resposta a essa pergunta levantada é não, o rendimento é padronizado entre todos os bancos.

Comparação do rendimento da poupança com outras aplicações

Certamente a poupança é uma das aplicações que menos geram rendimentos a quem opta por esse investimento. Porém as aplicações que rendem um valor a mais é no CDB, porém as taxas cobradas variam de acordo com cada banco.

E a outra é aplicar no Tesouro Direto, entretanto, será cobrado no seu IR, ou seja, seu rendimento deve constar no imposto de renda.

Perguntas e Respostas

O que é poupança?

A poupança é uma das formas de investimentos mais tradicionais do mercado. Na hora de escolher uma forma de guardar dinheiro, ela ainda é a primeira opção de muitos brasileiros. Apesar de oferecer baixo risco e ser considerada um investimento seguro e com possibilidade de retorno, a atual situação econômica do país tem deixado essa aplicação muito pouco rentável.

Quais são os juros da poupança?

Desde maio de 2012, ficou estabelecido que sempre que o Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) — taxa básica de juros do País — estiver 8,5% ao ano ou menos, a caderneta de poupança renderá 70% dela, acrescida da Taxa Referencial (TR) — calculada e divulgada diariamente pelo Banco Central (BC). Na chamada poupança velha (depósitos realizados antes de 03 de maio de 2012), os juros são calculados de acordo com o modelo antigo — 6,17% ao ano ou 0,5% ao mês mais a Taxa Referencial.

A taxa de juros muda de banco para banco?

É importante lembrar que a taxa de juros da poupança não muda de banco para banco: ela é padrão. Não adianta migrar o dinheiro para outra instituição porque a rentabilidade será exatamente a mesma.

Como funciona a remuneração de depósitos de poupança?

A remuneração de depósitos de poupança é calculada em cima do menor saldo de cada período de rendimento, que o é o mês corrido, e a partir da data de aniversário, que é o dia em que o primeiro depósito na poupança foi feito. Por exemplo, caso a poupança tenha sido aberta nos dias 29, 30 e 31, considera-se como data de aniversário o primeiro dia do mês seguinte. Além disso, o rendimento muda mês a mês.

Para que serve a Calculadora do cidadão?

A melhor forma de simular os rendimentos da sua poupança e ter acesso aos valores corrigidos é usando a Calculadora do Cidadão, disponibilizada pelo Banco Central. Basta colocar a data em que o depósito foi feito (data inicial), a data final, o valor a ser corrigido (a quantia que você depositou) e informar se a regra de correção é nova ou antiga.

Quando os juros são abusivos?

Não há um valor exato, mas a Justiça tem entendido como abusivas as taxas que destoam da média cobrada pelo mercado, não há um valor fixado como referência nos tribunais brasileiros e não há um entendimento comum entre os juízes. Entretanto, o que os advogados ponderam é que em casos nos quais os juros cobrados destoam da média de mercado é possível negociar uma revisão, seja via Procon, Juizados Especiais Cíveis ou Justiça Comum.

Como recorrer a uma taxa de juros abusivos?

Para tentar dar mais poder aos juízes para anular cláusulas abusivas de um contrato, a Comissão de Defesa do Consumidor aprovou o Projeto de Lei 1807/11, de autoria do deputado Francisco Araújo (PSD-RR). Até 2009, o juiz poderia considerar nula uma cláusula que desfavorecia o consumidor, porém, o STJ editou uma súmula que estabelece que o juiz só pode determinar a nulidade nos contratos bancários com base em ação de consumidor. O projeto de lei garante ao juíz o poder de anular uma cláusula abusiva sem necessidade de ação do consumidor.


 
Veja também: