O que é câmbio, casa de câmbio e bitcoin

Conheça as principais empresas que operam no setor no Brasil, como a Confidence, Bradesco Câmbio, Câmbio Net, Fox Câmbio, SP Mundi, dentre outras. Veja também as definições para o famoso Bitcoin e outras informações.

» Página Inicial

O câmbio é uma ação financeira voltada à troca de moeda de um país pela moeda de outro país. Esta operação é muito utilizada por pessoas que almejam fazer viagens internacionais.

O câmbio compõe o sistema de monetização internacional, cujo principal intuito é o de promover as transações entre países.

Há diversas maneiras de regimes cambiais, mas a taxa de câmbio é definida em um país. As formas mais usadas são os câmbios fixo e o flutuante.

No regime de alíquotas fixas, o Banco Central se empenha a adquirir e comerciar moeda estrangeira (a um valor fixo, geralmente o dólar) a um valor estável expresso em moeda nacional. Este preço de alusão pode sofrer certas modificações ou pode conservar-se inalterado, mas isso depende da deliberação do Banco Central.

Na gerência flexível, o tributo de câmbio balança unicamente em cargo da oferta e pendência no comércio. Até o ano de 1999, o Brasil tinha de um regime de câmbio fixo.

Naquele período, o US$ 1 tinha o valor de R$ 1. Hoje, vivemos uma gerência de câmbio flutuante, ou seja, o preço do dólar varia conforme a variação do mercado.

O que é uma casa de câmbio?

Casa de Câmbio

Para quem faz viagens internacionais e não possui o hábito de fazer uso do cartão de crédito internacional, é de alta necessidade precisar ter dinheiro na moeda do país de destino, pois eles serão indispensáveis para gastos como alimentação, pedágios, dentre outras compras. Para efetuar a troca da nossa moeda pela moeda estrangeira é preciso se deslocar a uma agência bancária ou em uma casa de câmbio – que é muito mais conveniente que um banco.

A casa de câmbio é o local onde se faz trocas de espécies de dinheiro. É uma companhia que disponibiliza a troca de uma moeda por outra.

A casa de câmbio também é conhecida como Exchange e são mais convenientes que as agências bancárias, pois além de serem mais baratas, não cobram taxas de transação.

A troca de quantias também varia da tarifa da moeda naquele dia. A hora em que fecha a cotação real nas casas de câmbio é a partir das 11 horas. Por exemplo, se você deseja fazer a troca do real pelo dólar, é preciso conferir a tarifa do dólar daquele dia a partir das 11 horas para realizar a operação.

As situações também podem depender de acordo com o tipo de câmbio para a necessidade da quantia, se é para negócios ou para viagens; pois há uma variação nos preços.

O dólar mercantil usado para comércios é mais barato do que o dólar utilizado para turismo. Este conceito também é válido para o câmbio euro, câmbio libra, câmbio iene e demais câmbios de moedas.

Casas de câmbio no Brasil

Aqui no país, a casa de câmbio mais reconhecida é a Confidence Câmbio. A empresa possui mais de 70 lojas espalhadas por todo o país.

Há outras casas de câmbio, tais como a Bradesco Câmbio, Câmbio Net, Fox Câmbio, SP Mundi, dentre outras.  E se você seja ter mais opções de casas de câmbio, você as encontrará em aeroportos. Geralmente, nos aeroportos há guichês exclusivos para a troca de moedas locais.

Casa de câmbio: Compensa usar?

Com as novas normas determinadas pelo Governo Federal em relação ao aumento do IOF sobre as compras feitas no exterior através dos cartões de débito e crédito, as casas de câmbio (que já apresentavam vantagens) se tornaram ainda mais atrativas, afinal, através delas consegue-se recursos com um custo menor aos dos bancos e é possível se livrar de taxas abusivas.

Bitcoin: O que é?

Bitcoin é uma criptomoeda desenvolvida em 2008. Também pode ser classificada como uma rede de pagamentos online, com base em protocolos de algoritmo aberto autônomo.

Diferente da moeda que conhecemos, o bitcoin não depende da certeza de uma instituição financeira. O bitcoin usa um banco de dados disseminados pelos nós da rede peer-to-peer (ponto a ponto, em português) para realizar o registro das operações.

Fazendo uso de criptografia de código aberto para ministrar desempenhos básicos de segurança, como assegurar que a criptomoeda tenha característica e operações semianônimas de quantias, onde só podem ser utilizadas pelo proprietário, evitando gastos duplos e fraudes. Também não é dependente da certeza entre usuários distintos, onde qualquer indivíduo pode fazer o controle de um nó da rede.


 
Veja também: