O que é investidor anjo e como ele atua no mercado financeiro

Os investidores anjos são os profissionais que podem ser empresários, os executivos ou os profissionais liberais que são experientes. Esse investidor possui o objetivo de aplicar num negócio, com retorno positivo, gerando renda e trabalho na sociedade.

» Página Inicial

O investidor anjo é uma peça de fundamental importância em todo o processo de crescimento de uma empresa, além de ser um tipo de investimento que é com muitas particularidades. O termo investidor anjo foi criado nos Estados Unidos no início do século XX que denominava os investidores que bancavam as produções na Broadway. Hoje esse termo ainda é usado e vamos saber como agora.

Investidor Anjo

Um investidor, como todos nós sabemos, é a pessoa que pode ser física ou jurídica que realiza uma aplicação com parte dos seus recursos que são financeiros em compra de ações ou em títulos que são negociáveis no mercado. Resumindo, na verdade, um investidor é uma pessoa que aloca um investimento com a expectativa de um real retorno.

O investimento anjo

Atualmente esse conceito está sendo muito difundido e isso se dá, por esse investidor ser uma pessoa física com um capital que seja próprio, para empresas que são embrionárias, mas com um alto potencial de sucesso ou de crescimento e que estão muito atuais, que são as startups. Esse investidor possui o objetivo de aplicar num negócio, com retorno positivo, gerando renda e trabalho na sociedade.

Quem são os investidores anjos? Os investidores anjos são os profissionais que podem ser empresários, os executivos ou os profissionais liberais que são experientes. Eles serão os responsáveis para o empreendedor com valores, com todos os seus conhecimentos, experiências, relacionamentos ou os seus recursos financeiros. Terão uma participação minoritária, sem uma posição executiva nessa empresa.

Como esse investidor anjo na maioria das vezes é um empresário, empreendedor ou um executivo que já trilhou pelo caminho de sucesso em sua carreira profissional, com um acúmulo de recursos que são suficientes para alocar uma parte de seu patrimônio para investir nessas novas empresas e dar um pouco de sua experiência, ele aplica seus recursos e também o seu conhecimento para se ter mais chances de sucesso.

Como os investidores anjos investem numa empresa

A regra de segurança para esse tipo de investidor é a de que eles não contraiam dívidas anteriores da empresa, mas sempre ajudando no direcionamento e no desenvolvimento dela e compartilhando o conhecimento que tem um investidor anjo. Eles entram na fase de startup, que é quando uma ideia passa a ser um projeto. É nesse momento, que esse anjo se responsabiliza por todo um acompanhamento que é empresarial.

Numa empresa, o investimento anjo, geralmente é realizado por um grupo de 2 até 30 investidores que atuam na diminuição de riscos, como nos compartilhamento de todas as ideias desses investidores anjos. Podem ser definidos 1 ou 2 investidores que são líderes para cada negócio, para dar rapidez a esse processo de investimento, que podem chegar ao total e em média por empresas, entre R$ 200 mil até R$ 1 milhão.

Atraindo um investidor anjo para uma empresa

Essa atração se dá com algumas exigências que são básicas numa empresa de interesse desse investidor. Eles são atraídos pela inovação, escalabilidade, que trocando em miúdos é a definição de um negócio que pode aumentar a sua renda sem o aumento dos custos, com um empreendedor engajado nesse negócio. O diferencial nesse negócio fica por conta do crescimento, com desenvolvimento para dar certo.

Ele também será remunerado segundo a tudo o que foi realizado para o crescimento e de acordo com o resultado dessa empresa, não passando esses lucros de 50% da sociedade que foi investida. Os resgates desses valores podem ser feitos depois de 2 anos, de acordo com o balanço empresarial e nunca ultrapassando ao valor investido que foi apropriadamente corrigido.

O investidor anjo e o sucesso de algumas empresas

Finalizando e sendo um termo ainda desconhecido no Brasil, ainda existem dificuldades para o crescimento dessa prática, como a falta de proteção e até de estímulos para os investidores anjos. Empresas como Google, Facebook e Apple, que são mundialmente conhecidas e com muito valor de mercado, foram decisivas para esse sucesso, iniciando com esse grande negócio que é muito lucrativo e com uma excelente atuação no mercado.


Veja também: