Significado de benefício, beneficiário e credor

Conheça o significado dos termos benefício, beneficiário e credor. Veja alguns exemplos e onde eles se aplicam, bem como algumas variações, como credor hipotecário, pignoratício e anticrético.

» Página Inicial

Você sabe que os setores de agências bancárias fazem uso de um vocábulo específico, com expressões características, além de siglas e abreviaturas que são compreendidas apenas por aqueles que fazem o uso diário das ocupações disponibilizadas pelos bancos ou agências financeiras, ou que trabalham nestas corporações; não é?

São diversas as siglas e termos utilizados com frequência e naturalidade não só pelos funcionários que prestam estes serviços, mas também por aqueles que fazem o uso constante dos serviços bancários.

Siglas e termos como DOC, TED, credor, benefício, por exemplo, te deixam um tanto perdido (a) quando alguém fala disso perto de você?

Se sua dúvida é em relação às siglas, saiba que elas têm um significado mais simples do que você imagina. As abreviações ou siglas, geralmente representam um serviço disponibilizado e cotações cobradas pelas entidades financeiras. Quanto aos termos, bem, cada um tem uma especificação.

Benefício e beneficiário

Neste artigo, nós vamos esclarecer o conceito e significado dos seguintes termos utilizados em agências bancárias e instituições financeiras: Benefício, beneficiário e credo.

O que é benefício?

De modo geral, o conceito de benefício é referente a um artifício, bem ou serviço oferecido ou dado a um indivíduo. Como este artigo é voltado aos termos voltados ao mercado financeiro, citamos como exemplo, o pagamento de uma quantia em dinheiro.

O benefício sempre está relacionado a alguma espécie de bem, que tem como finalidade a melhora da qualidade de vida da pessoa que o ganha. Em outras palavras, o benefício tem com definição e função exata, a geração de proporcionar o bem a um indivíduo.

Normalmente, as pessoas vêm o benefício como referência a alguma espécie de bem ou dinheiro, que é oferecido a uma pessoa, de modo que este venha a melhorar a condição de vida dela e daqueles ao seu redor.

Sendo assim, o termo, é muito popular no setor trabalhista onde há a existência de benefícios ou vantagens concedidos a aquele (s) que realiza (m) um trabalho de forma apropriada e eficaz. Também é corriqueiro classificar muitas obras do estado como benefícios sociais, onde podemos citar, por exemplo,  os seguintes benefícios: INSS e a Previdência Social, além de programas sociais como o Bolsa Família, Pronatec, Minha Casa Minha Vida e MEI.

O que é beneficiário?

O beneficiário por sua vez, tem como definições o seguinte conceito: É o indivíduo que ganha ou desfruta de algum benefício ou direito.

O termo diz por si, só. Beneficiário nada mais é do que o favorecido. É aquele que recebe o benefício.

O que é credor?

Em suas definições mais simples, o termo credor tem os seguintes significados: É um indivíduo digno ou merecedor. Ou, é o indivíduo a quem se deve uma quantia de dinheiro ou qualquer outro valor (tanto pessoas físicas quanto pessoas jurídicas).

No setor bancário e financeiro, credor é o indivíduo que tem o saldo positivo em sua conta corrente, ou possui outras utilizações junto à agência bancária, onde o mesmo é correntista ou até mesmo poupador (possuidor de conta poupança). Credor é aquele indivíduo titular de crédito.

Também é denominado credor o indivíduo que é beneficiário (a) em conveniências, vantagens, ressarcimentos e compensações.

Há quatro tipos de credores. São eles:

E então? Agora você entendeu o significado e conceito de cada um destes termos?


 
Veja também: