Tipos de indústrias: De base, intermediárias e de bens de consumo

O que é indústria e quais são os seus principais tipos de indústrias, como as de base, intermediárias, de bens de consumo e outras formas. Existiram quantas Revoluções Industriais? Vejam as respostas.

» Página Inicial

O conceito de Indústria envolve um modo de produção baseada na transformação de matéria-prima em um produto possível de ser comercializado. O processo industrial envolve a utilização de diversas forças, como a força humana, o maquinário e diversos tipos de energia (elétrica, mecânica, magnética, etc.).

Como ela surgiu?

Parque industrial

Desde o surgimento da civilização, onde o homem sentiu a necessidade de viver em comunidades, transformando o material que obtinham em utensílio e armas, também passaram a produzir objetos que supriam a necessidade deste grupo. Cerâmica, tecidos, objetos cortantes para uso agrícola eram transmitidos de pai para filho. Com o avanço da civilização, houve a necessidade de passar este conhecimento para um grupo maior de pessoas e suprir a demanda por estes. Este grupo social denominava-se artesãos. Já no fim da Idade Média, com o comércio aflorando nos portos, estes artesãos agrupavam-se em corporações, criando categorias como aprendizes, oficiais e mestres, dando início a produções maiores, porém ainda não muito significativa.

O surgimento das indústrias foi responsável por uma substancial mudança na Terra, na sociedade, na forma como as pessoas trabalham e consomem produtos em seu dia a dia. A Primeira Revolução Industrial aconteceu na última metade do Século XVIII e nos primeiros anos do Século XIX, na Inglaterra.

Existiram quantas Revoluções Industriais?

Revolução industrial

Os historiadores consideram o acontecimento de três Revoluções Industriais na humanidade. A já citada primeira foi baseada no uso de carvão, ferro e vapor. A segunda, por sua vez (por volta de 1860), introduziu e aperfeiçoou o emprego de produtos químicos e energia elétrica. A mais contemporânea e terceira (desde a década de 1970) é pautada pelo crescimento da informática.

Para alguns pesquisadores e estudiosos do desenvolvimento industrial, há uma reflexão referente à quarta revolução industrial, a do Conhecimento e da Comunicação; mas ainda é relativo e reflexível devido a terceira revolução. Para muitos, continuamos no desenvolvimento da informatização.

Existem indústrias para produzir quase tudo o que se consome hoje em dia, portanto, são inúmeras. No entanto, para facilitar a classificação, criaram-se algumas categorias para as indústrias, que são: base, intermediária e de consumo.

O que é indústria de base?

Uma indústria de base é aquela que é responsável pela fabricação e produção de matérias-primas para outras indústrias. Também chamadas de pesadas, as indústrias de base são principalmente utilizadas para a fabricação de siderurgia, produtos do petróleo, cimento e mineração.

O que são indústrias intermediárias?

Estas indústrias são responsáveis pela transformação das matérias-primas produzidas pela indústria de base em produtos que serão utilizados para a fabricação de bens de consumo. Por exemplo: a fabricação de máquinas, vidro, chapas de metal, concreto usinado e outros.

O que são indústrias de consumo?

São as indústrias que pegam tudo o que se produziu pelas indústrias intermediárias e fabricam objetos e mercadorias para o consumidor final. É o papel que vira livro, as chapas de metal que viram geladeira, ou o plástico que vira escova de dente, por exemplo.

O que são indústrias de ponta?

São aquelas cujo objetivo maior é desenvolver e produzir bens que utilizam alta tecnologia em suas fazes de produção. Realiza alto investimento em pesquisas e profissionais capacitados a inovação tecnológica. Tais indústrias possuem sua matriz em países desenvolvidos, em sua maioria. Seu segmento: fabricação de aviões, satélites de comunicação, computadores, equipamentos de diagnósticos médicos, telefonia e aparelhos de comunicação, etc.

Porque a Inglaterra foi o primeiro pais a se industrializar?

Existe alguma razão do porquê a Inglaterra foi o primeiro pais a se industrializar? Quais fatores contribuíram para que isso acontecesse primeiramente no solo inglês e não em outra nação?

A Filosofia é uma eterna busca pelo conhecimento das “verdades”. A filosofia procura por respostas, mas acima de tudo, ela quer fazer as perguntas corretas. Por meio da lógica e de diversas outras ferramentas filosóficas, o homem pode analisar seu mundo, seu modo de vida e com base nisso poder se aperfeiçoar a cada dia e viver melhor na realidade que o cerca.

A filosofia surgiu juntamente com o ato de pensar do homem e podemos nos arriscar a dizer que ela é a principal diferença entre o homem animal racional e os animais, assim chamados irracionais. Porem, a filosofia que conhecemos hoje como ciência, ainda não havia tomado forma até muito recentemente, nos milhares de anos da história humana.

Na forma de ciência ela teve suas primeiras origens na Grécia antiga, por volta do século VI antes de Cristo, e Tales de Mileto nascido por volta de 624 AC até 556 AC, foi considerado como sendo um dos primeiros Filósofos.

Quais as regiões brasileiras mais industrializadas?

Quais as regiões brasileiras atualmente são consideradas mais industrializadas? Quais estados do Brasil lidera a industrialização no país e quais as principais indústrias deles?

A região sudeste é a mais industrializada do Brasil, ela concentra indústrias de diversos segmentos de atividade, principalmente as indústrias alimentares, automobilísticas, metalúrgicas, mecânica, petroquímica e têxtil. Dentre os estados que compõe a região (Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo) o estado de São Paulo é o mais industrializado, e as regiões Metropolitanas juntamente com o Vale do Paraíba destacam-se como regiões altamente industrializadas no estado de São Paulo.

Em segundo lugar temos o Rio de Janeiro contando também com uma indústria bastante diversificada, mas com um especial destaque para a indústria petroquímica que se destaca nesta região.

Em terceiro lugar temos o estado de Minas Gerais onde a indústria se destaca especialmente nos setores de Automobilismo e metalurgia.

As demais regiões brasileiras apresentam certo grau de industrialização que pode variar bastante, com destaque para os estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Bahia e Pernambuco. Os demais geralmente possuem uma indústria voltada ao abastecimento do mercado local ou a manufatura de produtos mais específicos normalmente ligados a economia da região.

Por Redação, Maria Luisa Marques Vasconcelos e Redaweb


Veja também: