Tipos de organograma: vertical, circular, radial, horizontal e mais

Perguntas e respostas sobre tipos de organograma e como ele pode ajudar uma empresa. Breve definição de cada um deles, circular, linear, em barras e outros.

» Página Inicial

Um organograma é uma estrutura gráfica que demonstra os níveis hierárquicos de uma empresa ou corporação. Um organograma pode ser apresentado de várias formas e é delas que vamos falar a seguir.

Eles tem sido usado por diversas empresas e para os mais diversos fins, sempre com a intenção de tentar mostrar de forma clara as representações hierárquicas, os níveis de atuação da pessoas ou o funcionamento dos processos. Pela variedade de passibilidades é que existe tantos modelos de organogramas, como veremos abaixo.

Como é o organograma vertical?

O organograma vertical, também conhecido como funcional, é o mais utilizado pelas organizações. Nele os cargos mais altos e importantes se encontram no topo do gráfico e de cima para baixo são apresentados os funcionários e suas funções em ordem decrescente.

Este tipo de organograma é bastante hierárquico e é a forma mais tradicional de representação das funções de uma empresa ou  organização qualquer. Na prática ela mostra os cargos mais altos em cima e mais em baixo como é distribuído a hierarquia daquela organização.

organograma vertical

Horizontal

Seguindo a mesma lógica de apresentar os cargos dos maiores aos menores, o organograma horizontal se diferencia por colocar os cargos mais altos na parte esquerda do gráfico e apresentando na parte direta os cargos inferiores aos da esquerda.

Este modelo tem ganhado força nos últimos anos em vários segmentos. Ele pode representar também um modelo hierárquico onde ninguém está acima de ninguém, sendo todos no mesmo nível.

Circular

Esta versão é mais moderna e busca ressaltar o trabalho em equipe dentro da corporação. Ele ocupa menos espaço de desenhos e gráficos e coloca o nível hierárquico mais alto no centro do organograma e ao redor dele se encontram os demais setores e funcionários. Neste modelo os níveis não são tão exaltados, seria mais uma representação de todas as funções contidas na empresa.

Funcional

Um organograma funcional está focado nas funções de cada empregado e seu setor, e não nos níveis hierárquicos. É um modelo racional.

Linear

Este modelo se diferencia de todos os outros, pois nele conseguimos ter a relação do cargo e da função do funcionário dentro do organograma. Desta forma, ele se torna mais informativo e qualitativo.

Em barras

Neste caso, o organograma é desenhado em barras indo da maior barra para a menor, condizendo com o maior nível hierárquico ao menor. Desta forma, este organograma pode ser visto como o mais simplificado de todos, de fácil entendimento e explicativo de forma direta.

Como um organograma pode ajudar uma empresa?

Um organograma mostra de forma gráfica a organização da empresa. Desta forma, os funcionários saberão claramente suas funções, colocações na organização e cargos subordinados a ele e cargos a quem devem prestar contas de seus serviços.

Principalmente em organizações onde trabalham muitas pessoas e há inúmeros departamentos, eles são importantes para dar um norte às pessoas que trabalham e também a aqueles que dependem de alguma forma daquela empresa.

O setor público é um bom exemplo onde os organogramas são importantes dado a grande quantidade de servidores e também pelo complexidade que normalmente envolve os muitos departamentos dessas repartições.


 
Veja também: