Cheque falso, fraudado, roubado e rasurado

Conheça alguns dos principais problemas relacionados com a emissão de cheques, como ter o documento roubado ou furtado, a falsificação do documento bem como a rasura.

» Página Inicial

O cheque é uma das formas de pagamento mais sujeita a fraudes, roubos ou invalidações e, por isso, muitas pessoas evitam ao máximo realizar ou receber pagamentos dessa modalidade. Porém, caso aconteça alguma irregularidade com algum cheque, é preciso que se entre em contato com o banco imediatamente ou, a depender da situação, que se contate autoridades.

Uma das formas de garantir sempre a sua segurança é obter dados de contato do emissor sempre que receber um cheque, como o endereço, número de telefone, RG, CPF ou e-mail, assim, em caso de qualquer suspeita, será possível contatá-lo.

Conheça abaixo alguns dos principais problemas relacionados aos cheques:

folha de cheque

Cheque falso

A falsificação de cheques, apesar de não ser tão comum, pode acontecer e poderá causar grandes prejuízos a quem recebe ou até passa para frente um documento como esse. O cheque falso segue a mesma lógica do dinheiro falso, ou seja, ele é produzido por pessoas que tentam enganar as pessoas imaginando que estão recebendo um documento verdadeiro, quando na prática é falsificado.

A falsificação de cheques é uma das formas de fraudes mais prejudiciais. Ao receber um cheque, a princípio, analise a sua estrutura; raspe com uma chave ou outro objeto alguma parte escrita em preto e verifique se a tinta sai.

Saiba sempre qual é a procedência do cheque e tenha informações do emissor. Nunca aceite cheques rasurados, borrados, manchados ou que possuam qualquer avaria.

Cheques fraudados

A fraude no cheque é feita muitas vezes por estelionatários que alteram as informações preenchidas, como o valor ou a assinatura do emitente. Normalmente o dono do cheque só percebe que foi vítima de fraude quando o dinheiro fora debitado em sua conta. Nesse caso, entre em contato com o banco para se fazer uma denúncia e peça uma cópia do cheque para verificação.

Cheques rasurados, manchados ou que contenha qualquer alteração não são aceitos pelos bancos e, por isso, tenha o máximo de cuidado para não rasurar, escrever de forma irregular ou deixar grandes espaços em branco entre as palavras e números. Para aumentar a segurança, preencha sempre o cheque nominal ao beneficiário.

A fraude pode ser feita com a falsificação de uma assinatura ou alteração do valor do documento, por exemplo.

Um grande problema é quando uma pessoa perde um talão de cheques ou mesmo uma folha em branco. Nesses casos é muito importante comunicar ao banco e fazer o bloqueio do talão ou da folha.

Cheques roubados

A maior garantia da validade de um cheque é a assinatura do emissor. Por isso, para que se evite problemas, nunca assine folhas de cheque em branco e, caso tenha alguma folha ou talão perdido, faça um boletim de ocorrência e entre em contato com o banco para solicitar a sustação dos cheques relacionados.

É obrigação do portador tomar todas as providências necessárias em caso de furto, ou o banco não se responsabilizará por eventuais prejuízos. Aos comerciantes, é importante sempre verificar a identidade do emissor e a procedência do cheque recebido e nunca aceitar cheques de pessoas ou estabelecimentos desconhecidos.

Cheques rasurados

A rasura é uma alteração grave em cheques e implica a sua total invalidação. É orientado aos bancos nunca receber cheques rasurados. Por isso, sempre que receber um cheque, verifique se o seu preenchimento está em perfeito estado para não enfrentar problemas no momento do saque.

Cuidados com o uso de cheques

Para quem tem conta corrente e talão de cheques é importante observar o seguinte:

Para quem recebe é importante ficar atento:


 
Veja também: