Investimento em criptomoedas ou bitcoin é legal? Vale a pena?

Como foi o surgimento do bitcoin e como é o funcionamento da criptomoeda e se é legal? Qual o primeiro passo para investir em criptomoedas e bitcoins? Será que vale a pena?

» Página Inicial

Para quem quer saber mais sobre criptomoedas ou btcoin, temos algumas informações úteis sobre algumas das principais dúvidas. Por isso fazemos também a seguinte pergunta: o melhor é investir em criptomoedas ou seria melhor o investimento em bitcoin? O que vale mais a pena?

De cara é importante salientar que é nossa opinião de que não vale a pena e sua legalidade é bastante questionável. Mas antes de pontuar este item, veremos como tudo isso funciona.

Os novos investimentos

As criptomedas ou bitcoins são novos investimentos e que existem há pouco mais de um ano, mas com um papel que é muito importante numa diversificação da carteira digital, com diminuição de risco e sempre com um aumento da expectativa de uma rentabilidade. São investimentos que são um tipo de moeda virtual, uma espécie de dinheiro que circula pela internet.

O funcionamento da criptomoeda

A criptomoeda funciona como uma moeda virtual que é também representada por um código que é de difícil alteração, usando a tecnologia de Blockchain, garantindo também um funcionamento que seja descentralizado com negociação somente pela internet e sem um sistema que seja centralizado pelas suas trocas que são comercias, com um Banco Central.

O surgimento do bitcoin

A sua criação se deu no ano de 2008, quando um programador que tinha o pseudônimo de Satoshi Nakamoto, cria a primeira moeda digital que é criptografada para ser usada em transações que são financeiras. Essa moeda digital tem uma vantagem que é a de não ter intermediários como os bancos ou os governos que possam regularizar o seu valor em relação ao Dólar ou Euro.

O bitcoin e a sua representação

Ele não é um dinheiro em espécie e com cada bitcoin sendo representado por um código que é criptografado, registrado no blockchain, que é um código original e o mesmo que foi proposto pelo seu criador. Ao se conquistar essa moeda, a pessoa se torna responsável por esse código e se perder não haverá a devolução de seus valores que são devidos.

Como ter bitcoins e criptomoedas

Para se adquirir essas moedas digitais será necessário que se utilize de programas em redes para a assinatura de serviços que são de mineração online, que é quando uma ou mais pessoas possam bancar essas despesas de um servidor, para que outras máquinas possam realizar essa mineração em tempo integral para serem encontrados esses códigos, com um valor sendo dividido para os seus assinantes.

Outra opção para a transferência desses valores

Outra forma seria a escolha em ter essas criptomoedas ou frações delas por uma corretora, tendo esses valores sendo transferidos também para uma carteira digital, que deve ser feita. Em todos os casos, essa carteira digital deverá ser criada e com você recebendo um código que é de acordo com o seu saldo. Há um poderoso sistema de controle e de segurança, com softwares específicos em toda essa transação.

Dinheiro em forma de bitcoins

Para se adquirir dinheiro em forma dessa moeda, que pode ser para um investimento ou para diversão, deve-se criar primeiramente uma carteira virtual, que servirá como um ponto digital, em que todos os bitcoins ficam guardados, como se fosse uma conta de banco, porém livre de impostos ou taxas e com cada numeração sendo protegida por criptografia. Os mineradores emprestam seus computadores para esse funcionamento.

Um negócio muito arriscado

Primeiro será o de aprender a ter uma convivência com toda uma volatilidade de preços e isso quer dizer, que desde que o preço da criptomoeda alcançou o seu maior preço em 2017, quando um único bitcoin chegou a custar até R$ 69.900,00, se teve uma queda de 67%, com essas oscilações desanimando quem esperava por uma valorização que fosse ainda maior no ano de 2018.

Vale a pena e a sua legalidade

A legalidade dessa moeda virtual dependerá de quem você é, da sua localidade em todo o mundo e do que se faz com ele. Portanto, comprar bens ou adquirir serviços que são de procedência é completamente legal. Se é um investimento que vale a pena dependerá da sinceridade do investidor e somente para os investidores que sentirem seguros é que valerá a pena, desde que, esse investimento não prejudique a sua renda.

Alguns países como a Alemanha permite o seu uso, outros impedem. Na verdade, parece não haver consenso, muito menos legislação específica sobre o tema, inclusive no Brasil.

Aqui, as criptomoedas não são reconhecidas pelo governo e portanto não é legal realizar transações oficiais com elas, mas não temos legislação própria ainda sobre o assunto.

A recomendação é ter cautela e pelo menos enquanto ainda não houver uma legislação clara sobre o assunto, não usar efetivamente nem para compra nem para venda.


 
Veja também: